Quem sou eu

Minha foto
Jornalista e músico por amor a ambos os ofícios, mantenho esse espaço sem fins lucrativos para divulgar a cena local, seja com a participação de banda locais, seja com a bandas nacionais.

terça-feira, 2 de março de 2010

Teste de Equipamento - Violão Yamaha NTX-700 Nylon



Músicos de Jazz e ritmos brasileiros como MPB e Samba já sabem o que os Músicos de Rock e World Music estão descobrindo a pouco tempo. Ter um violão cordas de nylon em seu Setup pode fazer milagres por seus timbres na hora de uma apresentação ou de uma gravação. Slash e Santana por exemplo fazem uso dessa ferramenta fantástica a alguns anos gerando timbres específicos para partes mais macias.

A Yamaha ja sabe disso a um bom tempo e pensando em músicos mais modernos, lançou no ano passado uma linha de violões que tem tudo pra agradar artistas mais agressivos acostumados aos braços finos de guitarras e violões aço. O NTX é um desses violões que tem uma pegada de braço mais fina, mesmo sendo um violão de escala plana, com braço feito em Nato e escala de Rosewood com acabamento encerado, é confortável, tanto que mesmo acostumado com um violão clássico não achei a menor dificuldade em tocar com esse instrumento. Quanto ao corpo, é fácil entender que esse violão será uma sucesso de aceitação e de vendas, já que o formato do corpo é o mesmo do já consagrado APX, com certeza o modelo mais popular da Yamaha. Com tampo em Spruce sólido, e lados e fundo em Nato, os sons acústicos são maduros, graves encorpados e agudos macios. Para mim a sonoridade do violão surpreende em relação ao tamanho do corpo. Não achei que conseguiria o volume acústico que consegui. É satisfatório para apesentações em lugares pequenos. 

O violão veio equipado com o Preamp System61 2way A.R.T. desenvolvido pela própria Yamaha dispõe de um controle de volume master,  potenciometros de graves, médios e agudos e a sessão de pickup mix, que nada mais é do que controles para misturar em qualquer proporção os sensores do corpo divididos em graves e agudos. Todos os músicos que já usaram um violão nylon elétrico sabem quão difícil é timbrar um desses instrumentos graças as falhas dos captadores piezo, mas com o sistema de captação desse violão, feito com sensores de corpo, obter timbres diferentes é fácil. Não há dificuldade nenhuma em obter sons encorpados e definidos, seja usando um cubo acústico ou um grande P.A. para shows. Os sons que consegui foram autenticos. Isso tornou o violão uma ótima ferramenta para qualquer músico.

Além disso, acompanha o instrumento a chave de ajuste do tensor do braço, o tampão antimicrofonia e o manual. Só senti falta de um manual em português, mas é tão fácil e intuitivo usar esse violão que isso pode ser ignorado. No mais parabéns a Yamaha por fazer esse violão e aos músicos que decidirem por compra-lo. Um abraço a todos e muita música!

4 comentários:

Ana Claudia disse...

Amigo, qual você me indica comprar: Yamaha APX6NA ou Yamaha NTX-700?

Erik Maia disse...

Oi Ana, ambos são muito bons e respondem muito bem a dinâmica do músico... mas eu prefito o NTX pois acho a captação melhor que do APX6... se sua escolha fosse o APX9 aí sim eu escolheria um APX, mesmo sendo mais caro!

Anônimo disse...

ótima recensão.. queria perguntar se este violão é bom pra tocar bossanova também o se nesse caso o som é mais agudo e disagradavel.
Obrigado
Vin.

Célio Tiburcio disse...

Oi Erik! Eu tenho um APX 5 da Yamaha! é um violão legal, mas ele tem um zoooom conforme eu coloco mais grave e o único modo de cortar isto foi colocando um fio que vai do jack até meu corpo, o que passou a ser uma coisa desconfortável e até me fez parar de usá-lo constantemente!O NTX-700 não tem este zooomm, pois segundo me informaram, é característico dos violões da Yamaha!